Meu encontro com a música de Rick Wakeman

Richard Christopher Wakeman nasceu no dia 18 de maio de 1949. Aos quatro anos de idade já tocava o piano de casa e aos seis anos fez sua primeira apresentação pública aos seus parentes. Com sua grande vontade de brilhar entrou para a Real Academia de Londres aos dezesseis anos de idade. Lá ficou por apenas dois anos. Descontente com a disciplina rígida da escola, ele abandonou o curso e passou a tocar com conjuntos de música pop e rock, entre eles o mais conhecido foi o Strawbs. Na mesma época, passou a tocar como músico de estúdio para vários nomes da música britânica.

“The Six Wives of Henry VIII”

Em 1971 Wakeman passou a ser integrante do grupo Yes, em substituição a Tony Kaye.

Em 1973, paralelamente ao seu trabalho com o Yes, Rick junto com todos os membros do Yes (com exceção de Jon Anderson) gravou o álbum “The Six Wives of Henry VIII”. Segundo o próprio Wakeman, este seria o seu primeiro álbum solo já que o anterior “Piano Vibrations”, de 1971, não poderia ser considerado como seu, pois nenhuma musica é dele.

Em 1974, Rick Wakeman detona seu rock sinfônico com um álbum gravado ao vivo, “Journey to the Centre of the Earth”, junto com a sua banda de apoio: English Rock Ensemble e acompanhados pela Orquestra Sinfônica de Londres. Este álbum é baseado no livro “Viagem ao centro da Terra” de Julio Verne.

“Journey to the Centre of the Earth”

Em 1975 é lançado “The Myths and Legends of King Arthur and the Knights of the Round Table”, um disco com tantas pompas quanto o anterior.

No dia 18 de dezembro de 1975, no encerramento do projeto “Aquarius”, patrocinado pela Rede Globo de Televisão, Wakeman se apresentou em Porto Alegre juntamente com a OSPA – Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Foram executados trechos de “As Seis Esposas de Henrique VIII” e de “Os Mitos e Lendas do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda” e a integra de “Viagem ao Centro da Terra”. Um espetáculo inesquecível!

“The Myths and Legends of King Arthur and the Knights of the Round Table”

“Lizstomania”, um filme que procura mostrar um pouco de quem foi o compositor e pianista Franz Liszt de outro ponto de vista. Como criador da trilha sonora está Mr. Rick Wakeman.

O álbum “No Earthly Connection” foi lançado em abril de 1976 e, segundo alguns fãs e críticos, após este disco Rick começa a cair de rendimento e criatividade. Eu discordo desta visão, mas isso é outra história.

Em 1977, Wakeman lançou mais uma trilha sonora. Desta vez para um filme sobre as Olimpíadas de Inverno de Innsbruck. Neste mesmo ano é lançado o álbum “Criminal Record”.

O álbum duplo “Rhapsodies” foi lançado em 1979 e mais uma vez o críticos malharam Wakeman. Neste disco há uma música que foi composta em homenagem ao Brasil com o nome de Pedra da Gavea.

Após mais uma de suas saídas do Yes, em 1981, Rick lança um álbum baseado no livro “1984” de George Orwell. Um disco fantástico!

“1984”

Wakeman tem uma discografia muito variada e extensa que inclui muitas trilhas sonoras para filmes e muitos álbuns solo que infelizmente não saíram aqui no Brasil. Colocar todos aqui seria, além de desgastante para quem escreve, enfadonho para quem lê.

Isso é um pouco da minha relação com a música de Rick Wakeman, de quem eu sou fã de carteirinha.

MAIS IMAGENS


“Listomania”

“No Earthly Connection”

“Criminal Record”

“White Rock”

“Rhapsodies”

“The Burning”
“Golé!”

2 comentários sobre “Meu encontro com a música de Rick Wakeman

  1. E tivemos o privilégio de ter um show dele em Goiânia, em mil novecentos e guaraná de rolha.
    E eu fui! Sob um pé d’água de dar dó!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s