The Doors: Abrindo as Portas da Percepção

Paulo Fernandes CAÊ, MEU REI Meu gosto roqueiro de adolescente foi construído basicamente pela música dos Beatles e dos Rolling Stones e pelo rock inglês do início dos anos 70, com honrosa exceção para o Creedence. Nessa época eu ouvia falar (muito timidamente) de Doors e Velvet Underground (eu achava esse nome muito bacana), mas…