Passeio pelo Planeta Vinil

Paulo Fernandes   Foi em junho de 2012 que eu comecei a acompanhar o José Maurício no circuito de feiras e sebos de discos de vinil em São Paulo. Eu havia pedido a ele para não desistir de me chamar e, após várias recusas anteriores, desta vez eu fui. Vou tentar fazer aqui um relato…

O Mundo Fascinante dos Discos

Paulo Fernandes . AMOR TÁCTIL Caetano Veloso disse em sua música Livros: “Os livros são objetos transcendentes / Mas podemos amá-los do amor táctil / Que votamos aos maços de cigarro”. Posso substituir livros por discos, pois estes também possuem transcendência e amo-os – além, é claro do amor auditivo, do amor táctil, visual e…

Anos 70 para sempre na memória: Bazar Paulistinha

Paulo Fernandes   . BAZAR PAULISTINHA: O PRIMEIRO AMOR A GENTE NUNCA ESQUECE Eu a conheci em Goiânia. Não me lembro bem quando, em algum momento entre 1972 e 1974. Quem era essa que me fazia sonhar de olhos abertos? Uma discoteca (que fique claro: loja de discos) chamada Bazar Paulistinha. Adolescente tímido, míope e…

Capas de LPs, uma forma de arte – I

José Maurício LONG PLAY (VINIL) X COMPACT DISC (CD) Provavelmente, você já ouviu essa discussão antes, os audiófilos consideram que o vinil reproduz o som com mais fidelidade que o compact disc, pois sendo uma mídia analógica possui graves mais “profundos” com frequências inaudíveis, mas que podem ser sentidas pelo corpo humano.   Esses audiófilos…

As Fantásticas Paisagens das Capas de Roger Dean

Paulo Fernandes   ILHAS DA FANTASIA Eu pegava as capas dos discos do Yes, principalmente a do “Relayer”, e ficava passeando por aqueles caminhos de sonho e imaginando o que encontraria em cada canto escondido daqueles planetas misteriosos (pois aquilo não parecia ser deste mundo). Roger Dean está para o Yes, assim como Storm Thogerson…

O Surrealismo nas capas de Storm Thorgerson

Paulo Fernandes . NO UNIVERSO DOS SONHOS Uma das vanguardas artísticas mais interessantes, nascida na Paris dos anos 1920, o surrealismo privilegia o papel do inconsciente e dos sonhos na atividade criativa. Sua intenção é produzir uma arte liberta do racionalismo. André Breton, poeta, crítico de arte e um dos líderes do movimento, escreveu em…