O “Boléro” de Ravel e o Rock

. No texto sobre White Rabbit do Jefferson Airplane, eu falei sobre como esta música foi influenciada pelo “Boléro” de Maurice Ravel. A partir desta premissa, eu resolvi então pesquisar outras músicas do rock que homenageiam a brilhante peça orquestral do compositor francês. . MULHER NOTA 11 A primeira vez que eu ouvi o “Boléro”…

Museu de Grandes Novidades

Paulo Fernandes “Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades” (Cazuza) – Essa música é velha, hem!? Não raro escuto tal interjeição de espanto vinda daqueles que não conseguem se libertar da urgente cultura da novidade e criticam tudo que foi feito ontem na ânsia de engolir – sem…

Seja lá o que se fale de bom do Arctic Monkeys, é verdade!

Paulo Fernandes . INDIE-ROCK E INTERNET O termo rock independente (ou alternativo) surgiu na década de 1980 e abrange uma série de bandas cujos pontos em comum são os meios de produção e distribuição de suas obras. Outro ponto importante é que esses grupos mantêm controle de suas carreiras e opções artísticas, sem a necessidade…

Willie Dixon: Eu sou o blues!

Paulo Fernandes . UMA PONTE SÓLIDA Foi em meados dos anos 1970 que conheci Willie Dixon, não por escutá-lo cantando ou tocando, mas porque seu nome aparecia frequentemente, em músicas compostas por ele, nos discos de grupos de rock que eu tanto gosto: Led Zeppelin, Jeff Beck Group, Cream, Rolling Stones, etc. Dixon realmente era…

Disco Nota 11: “Vivendo e não Aprendendo” – Ira!

Paulo Fernandes     DO PUNK AO MOD O ano de 1986 foi para mim um ano de grandes descobertas, uma delas foi o Ira!, graças ao seu segundo álbum “Vivendo e Não Aprendendo”, lançado naquele mesmo ano e que tinha, entre outras excelentes músicas, o hino Envelheço na Cidade. Durante o restante daquela década,…

Disco Nota 11: “Led Zeppelin III” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes SURPRESAS FOLK O terceiro álbum do Led Zeppelin, lançado em 1970, começa tão pesado quanto seu antecessor, “Led Zeppelin II”, de 1969, com o petardo (uma das melhores músicas do grupo) Immigrant Song. A segunda música: o folk Friends desacelera o ímpeto inicial, que é parcialmente retomado por Celebration Day. O lado 1…

Disco Nota 11: “Truth” – Jeff Beck Group

Paulo Fernandes   .  É a pura verdade: “Truth” é um dos meus discos prediletos. Ele estaria, com certeza, na minha lista, nunca totalmente montada, dos 10 Mais.  .  JEFF BECK  Reconhecido, desde a década de 60, como um dos melhores guitarristas do rock, o inglês Geoffrey Arnold Beck começou sua carreira no início da década,…

Toda a potência do AC/DC

Fábio Finotti . O INÍCIO A família Young imigrou da cidade escocesa de Glasgow em 1963 e fixou residência em Sydney, Austrália. O filho mais velho, George, logo aprendeu a tocar guitarra e se tornou membro de uma das mais bem sucedidas bandas da década de 1960, chamada Easybeats. Influenciados pelo irmão, Malcolm Young juntou-se…

Disco Nota 11: “Fragile” – Yes

Paulo Fernandes   AO INFINITO E ALÉM “The Yes Album”, disco de 1971, consolidou o som progressivo que marcaria para sempre o Yes. Eles haviam achado seu filão dentro do rock. Acontece que a dupla fundadora do grupo, Jon Anderson e Chris Squire, queria mais. Eles queriam se tornar a maior banda de rock do…

Disco Nota 11: “Blackout” – Scorpions

Paulo Fernandes . ROCK PAULEIRA No início da década de 1970 tínhamos um nome, que eu acho muito bom, para definir o rock pesado: Rock Pauleira. Para mim os representantes máximos dessa “corrente” eram o Led Zeppelin e o Deep Purple. Vocês devem estar se perguntando – E o Black Sabbath? Bem, esta ficava muito…

Disco Nota 11: “Led Zeppelin II” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes   O DESAFIO DO SEGUNDO ÁLBUM Com o sucesso do primeiro álbum, a agenda de shows do Led Zeppelin ficou lotada e foi nos escassos intervalos entre esses compromissos que a banda gravou seu segundo álbum, ainda em 1969, chamado “Led Zeppelin II”. Com esse disco, o Led Zeppelin conquistou definitivamente os Estados…

Sinta a alta densidade etérea do Led Zeppelin

Fábio Finotti Creio que discorrer sobre o Led Zeppelin é extremamente complicado, pois a banda entra em um patamar na qual está, por exemplo, os Beatles. Muito já foi dito e analisado até um nível subatômico, o que acaba tirando a sensibilidade do ouvinte. Apesar das adversidades, falarei mesmo assim sobre o que considero uma…

Love é quase tudo que você precisa

Paulo Fernandes . A OUTRA BANDA DE LOS ANGELES O Love, enquanto esteve ativo, nunca conseguiu um sucesso expressivo de público. Primeiro teve de disputar as atenções com os Byrds e depois, perder a preferência de sua gravadora para os Doors, ambas (assim como o próprio Love) de Los Angeles. Mas o grupo acabou garantindo…

O Mundo Fascinante dos Discos

Paulo Fernandes . AMOR TÁCTIL Caetano Veloso disse em sua música Livros: “Os livros são objetos transcendentes / Mas podemos amá-los do amor táctil / Que votamos aos maços de cigarro”. Posso substituir livros por discos, pois estes também possuem transcendência e amo-os – além, é claro do amor auditivo, do amor táctil, visual e…

Anos 70 para sempre na memória: Bazar Paulistinha

Paulo Fernandes   . BAZAR PAULISTINHA: O PRIMEIRO AMOR A GENTE NUNCA ESQUECE Eu a conheci em Goiânia. Não me lembro bem quando, em algum momento entre 1972 e 1974. Quem era essa que me fazia sonhar de olhos abertos? Uma discoteca (que fique claro: loja de discos) chamada Bazar Paulistinha. Adolescente tímido, míope e…

Disco Nota 11: “Broken Boy Soldiers” – The Raconteurs

Paulo Fernandes Publicado originalmente em 21/10/2010      Há alguns dias a Carolina me perguntou se haveria algum disco recente, dos últimos 10 anos, que eu considero um Nota 11. Confesso que de pronto não consegui responder. Depois, consultando meus registros, verifiquei que existem 6 discos, que foram lançados entre 2000 e 2010, que classifiquei…

Disco Nota 11: “Wired” – Jeff Beck

Paulo Fernandes   .  BOTAS DE CHUMBO  Estava eu andando com meu irmão pelo centro de Goiânia, numa manhã de sábado qualquer de 1976, quando escutei uma música espetacular que vinha de uma loja de discos da Av. Anhanguera (a Discoteca Som Livre possuía um equipamento de som muito bom). A música era instrumental e…

Disco Nota 11: “Led Zeppelin” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes Publicado originalmente em 28/11/2010       OS YARDBIRDS Yardbirds foi uma das mais importantes bandas da cena blues-rock na Londres dos anos 1960 e talvez seja ainda mais lembrado por ter contado em suas fileiras com três dos maiores guitarristas do rock de todos os tempos,  sucessivamente: Eric Clapton, Jeff Beck e…

Disco Nota 11: “Led Zeppelin IV” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes ÉPICO ETERNO Os detratores podem falar mal o quanto quiserem de Stairway to Heaven, mas ela é perfeita, maravilhosa e eterna. Seu esquema de balada que esquenta até ficar pesada e esfria novamente foi constantemente homenageado pelos anos afora (um dos melhores exemplos é Bohemian Rhapsody do Queen). Se comprei o quarto disco…

Marco Antônio Araujo: Influências e Confluências

Paulo Fernandes  …As diversas influências da interessantíssima, e pouco conhecida, música instrumental de Marco Antônio Araujo…  INFLUÊNCIAS CRUZADAS O intercâmbio de informações entre as pessoas é um salutar processo de enriquecimento mútuo, em todas as áreas do conhecimento humano. Eu acho ótimo influenciar os amigos com coisas que eu gosto no campo musical, assim como…

Disco Nota 11: “Physical Graffiti” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes . O SUMO E O RESUMO O sexto disco de estúdio do Led Zeppelin é, ao mesmo tempo, o ponto mais alto de sua carreira e a síntese de todos os caminhos musicais que o grupo havia trilhado até então. “Physical Graffiti”, lançado em 1975, é resultado de várias sessões de gravação, intercaladas…

Yardbirds: As Várias Formas do Bom Rock

Paulo Fernandes   . MEA CULPA Talvez um dos grupos mais citados aqui no Rockontro seja os Yardbirds, entretanto não havia nenhum artigo específico sobre esta que é uma das mais importantes bandas do rock de todos os tempos. Passando em revista as gravações dos Yardbirds pude confirmar que injustamente eles não tiveram o reconhecimento merecido…

O Surrealismo nas capas de Storm Thorgerson

Paulo Fernandes . NO UNIVERSO DOS SONHOS Uma das vanguardas artísticas mais interessantes, nascida na Paris dos anos 1920, o surrealismo privilegia o papel do inconsciente e dos sonhos na atividade criativa. Sua intenção é produzir uma arte liberta do racionalismo. André Breton, poeta, crítico de arte e um dos líderes do movimento, escreveu em…