Disco Nota 11: “Led Zeppelin” – Led Zeppelin

Paulo Fernandes

Publicado originalmente em 28/11/2010

 LedZeppelin

 

 

OS YARDBIRDS

Yardbirds foi uma das mais importantes bandas da cena blues-rock na Londres dos anos 1960 e talvez seja ainda mais lembrado por ter contado em suas fileiras com três dos maiores guitarristas do rock de todos os tempos,  sucessivamente: Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page.

 Atuando entre 1963 e 1968, o grupo nunca teve um sucesso comercial estrondoso, sempre mantendo a aura cult. Da fidelidade inicial ao blues, com Eric Clapton, ao longo do tempo vai incorporando temas psicodélicos e de apelo pop, com Jeff Beck.

YARDBIRDS

O sorridente Jimmy Page nos Yardbirds. Jeff Beck é o último à direita.

Até 1966, Jimmy Page era um dos mais requisitados músicos de estúdio de Londres, atuando com sua guitarra lendária em gravações de artistas consagrados como Rolling Stones, Kinks, Who e Them. Foi em 1966 que entrou para os Yardbirds para tocar baixo, já que o posto de guitarrista era de seu amigo Jeff Beck, e logo em seguida reassumir a guitarra e protagonizar antológicos duelos com Beck.

LedZeppelin_08

A falta de sucesso comercial terminou por fazer implodir os Yardbirds, após sucessivas  saídas de seus componentes, incluindo Jeff Beck, a banda chegou a 1968 praticamente com um único membro: Jimmy Page.

OS NEW YARDBIRDS

Decididos a reformular os Yardbirds, Page e o empresário Peter Grant saíram à procura de bons músicos para a banda. Em uma obscura Band of Joy conhecem o vocalista hippie Robert Plant e o poderoso baterista John “Bonzo” Bonham. Completando a banda um excelente músico de estúdio: o baixista e tecladista John Paul Jones.

LedZeppelin_02

Os New Yardbirds estavam prontos para excursionar e honrar contratos previamente assumidos por Peter Grant.

O LED ZEPPELIN

Reza a lenda que Keith Moon, baterista do The Who, ao comentar sobre o som dos New Yardbirds  teria dito que “o grupo era tão pesado que afundaria como um zepelim de chumbo”.

 LedZeppelin_04

Já que apenas Jimmy Page era um Yardbird, logo após voltar de sua primeira excursão decidem mudar o nome do grupo para Led Zeppelin. E com esse nome fazem sua estréia em Londres, ainda em 1968, com direito a aclamação de público e comentários elogiosos da imprensa.

 LedZeppelin_06

A idéia musical que Page tinha para o grupo era justamente combinar o peso do blues elétrico com melodias mais etéreas do folk. O resultado dessa química é um som totalmente novo que escreveu as primeiras linhas da cartilha do rock dos anos 1970 em diante e mostrou o caminho não só para o Hard Rock e o Heavy Metal, mas para diversas tendências musicais roqueiras.

O ZEPPELIN DE CHUMBO ALÇA VOO

Já no primeiro disco, Led Zeppelin de 1969, a intenção de Jimmy Page toma forma. Gravado em tempo recorde, mostra um entrosamento tão grande entre seus membros que parecem já tocar juntos há vários anos.

 LedZeppelin_01

Riffs espetaculares de guitarra, um baixo seguro e marcante, uma bateria ao mesmo tempo pesada e dançante, e uma voz aguda e única.

Blues antigos originais, temas emprestados (plágio?) e “reciclados”, composições próprias dão a tônica de um dos mais sensacionais álbuns de estréia de todo o rock.

LedZeppelin_09

O disco abre com a vibrante Good Times Bad Times que contém vários dos elementos que viriam a compor a marca registrada do som do grupo. Recriações pesadas e inovadoras para dois blues de Willie Dixon: You Shook Me e I Can’t Quit You Baby.

LedZeppelin_07

O folk marca presença em Babe I’m Gonna Leave You, Your Time Is Gonna Come e Black Mountain Side.

O futuro do rock pesado é mostrado nos riffs e solos de guitarra de Communication Breakdown. Um casamento perfeito entre hard rock e blues na faixa How Many More Time encerra o disco

LedZeppelin_10

Mas o coração do disco talvez seja mesmo a espetacular Dazed and Confused um ícone eterno que representa o som do Led Zeppelin, com suas influências de diversas fontes musicais, mas ao mesmo tempo mostrando um som totalmente novo para a época.

LedZeppelin_08

O Hindenburg em chamas

A capa é baseada em uma foto do incêndio do dirigível Hindenburg (construído pela empresa alemã Luftschiffbau-Zeppelin) em 1937, ao final de uma viagem Hamburgo – Nova Jersey.

FAIXAS

Lado A

1.    Good Times Bad Times (John Bonham, John Paul Jones, Jimmy Page)
2.    Babe I’m Gonna Leave You (Anne Bredon, Jimmy Page, Robert Plant)
3.    You Shook Me (Willie Dixon, J.B. Lenoir)
4.    Dazed and Confused (Jimmy Page)

Lado B 

1.    Your Time Is Gonna Come (John Paul Jones, Jimmy Page)
2.    Black Mountain Side (Jimmy Page)
3.    Communication Breakdown (John Bonham, John Paul Jones, Jimmy Page)
4.    I Can’t Quit You Baby (Willie Dixon)
5.    How Many More Times (Albert King, John Bonham, John Paul Jones, J. Page)

 

MÚSICAS

Clique na imagem para ouvir e ver:

LedZeppelin_CP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s