Quando a Ideia não Vem

Alanzera

it_might_get_loud_002_CP

Jack White, Jimmy Page e The Edge

O excelente filme “It Might Get Loud”, dirigido por Davis Guggenheim, mostra a relação de três grandes guitarristas (de épocas diferentes) com os seus instrumentos: Jimmy Page, do Led Zeppelin; The Edge, do U2; e Jack White, do White Stripes/Raconteurs.

Na parte final do documentário, Page, uma lenda viva do rock, faz uma espécie de confissão, revelando ter medo daquele “dia em que se pega a guitarra e nada nasce; nenhuma parte nova, nenhuma ideia nova… Só queremos manter esse dia longe, distante e longe da vista”. Ele refere-se ao chamado bloqueio criativo, que pode acometer não só os artistas, mas também quaisquer reles mortais.

it-might-get-loud

Cartaz do filme “A Todo Volume”

Em entrevista recente ao Jornal Opção, o genial Tom Zé fala um pouco sobre o seu processo criativo: “Eu não tenho inspiração nenhuma, eu só tenho trabalho. Quando, por acaso, chega alguma inspiração, ela me pega trabalhando. Não tem essa de chegar em casa à tarde e tomar um copo d’água ou de vinho e aí vir uma música que sai na hora e eu coloque uma letra que o povo vai cantar por 20 anos. Não tenho capacidade para isso”

A entrevista de Tom Zé revela que cada artista possui um método próprio para criar, e o dele vai ao encontro do que dizia Albert Einstein, ou seja, que o sucesso é 10% inspiração e 90% transpiração.

Tom_Ze_02

Tom Zé

Há 13 anos, quando a internet ainda engatinhava no Brasil, o escritor Mario Prata foi protagonista de uma experiência muito interessante, não só pra ele, mas também para os internautas. Prata foi contratado para escrever o livro “Os Anjos de Badaró” totalmente on-line, em tempo real. Isso forçava o autor a escrever praticamente todos os dias, em um horário predeterminado.

O livro levou 6 meses pra ficar pronto, e o resultado é uma comédia policial divertidíssima. Quem acompanhou todo o processo pode perceber que o escritor às vezes não conseguia escrever muitas linhas e também que ele lapidava os capítulos dia após dia, inclusive modificando trechos após sugestões dos leitores.

os-anjos-de-badaro-mario-prata-comedia-policial-livro

Capa do Livro

Já no filme “Ruby Sparks: A Namorada Perfeita”, o romancista Calvin (Paul Dano) sofre com um perturbador bloqueio criativo, que atrapalha o desenvolvimento de seu último livro. Com problemas também em sua vida pessoal, ele começa a criar uma personagem feminina que poderia se apaixonar por ele. Daí nasce Ruby Sparks (Zoe Kazan), que inicialmente é uma personagem dentro de uma história, mas que pouco depois ganha vida e passa a conviver e se relacionar com Calvin pessoalmente.

Por falar em Calvin, o seu xará das tirinhas também passa por situação semelhante, como mostra a brilhante charge de Bill Watterson.

calvineharoldoarq

Calvin e Haroldo

Eu mesmo devo admitir que levei alguns bons meses para escrever esse texto, até ser instigado (ou seria intimado?) pelo Paulo Afonso a fazê-lo. Bloqueio criativo? Não, acho que no meu caso foi preguiça mesmo 🙂

Anúncios

Um comentário sobre “Quando a Ideia não Vem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s