Disco Nota 11: “Infidels” – Bob Dylan

. RETORNO À MÚSICA SECULAR “Infidels”, álbum de 1983, marca o retorno de Bob Dylan aos assuntos seculares, após três discos de gospel. Dylan havia se convertido ao cristianismo em 1978 e isto refletiu em álbuns de temática cristã: “Slow Train Coming” (1979), “Saved” (1980) e “Shot of Love” (1981). Este direcionamento espiritual influenciou também…

Rock Independente: Sheena Ye

Este artigo marca a estreia de uma coluna do blog, chamada Rock Independente, que tratará das bandas emergentes do cenário nacional e ficará a cargo do nosso novo colaborador Tiago Costa. Esperamos que gostem! . . SHEENA YE Uma banda goianiense que marca bem a nova geração do rock goiano. Formada em 2013, após passar…

Disco Nota 11: “Gal Costa” (1969) – Gal Costa

. PSICODELIA TROPICALISTA Com a prisão, em 1968, e o subsequente exílio forçado de Caetano Veloso e Gilberto Gil, coube à cantora baiana Maria da Graça Costa Penna Burgos a tarefa de carregar a bandeira do Tropicalismo naquele final de década. O primeiro álbum solo de Gal Costa foi gravado ainda em 1968, antes dele…

La Morsa encontra Os Mutantes

Eduardo Costa .  Já é de algum tempo que a La Morsa estabeleceu algum tipo de relação com Os Mutantes. Desde sempre os anapolinos tiveram a banda formada por Sérgio Dias, Arnaldo Baptista e Rita Lee, como uma de suas principais referências no aspecto produção e composição. Igor, baixista da La Morsa, conta que “Quando…

Hoje É Dia 13 de Julho

  O DIA MUNDIAL DO ROCK Hoje é dia 13 de julho, domingo, o dia mundial do rock!!!! Há exatos 9 anos, eu e mais um “bando de loucos” do Geoprocessamento da Celg (Paulo, Fábio Finotti, Messias, Denny e Fábio Lara) decidimos celebrar a data de uma maneira diferente. Não me lembro bem como surgiu…

Central do Textão: O Blog dos Blogs

A ideia é muito legal: reunir num mesmo espaço cibernético os mais variados blogs, as mais diversas cabeças e suas diferentes criações blogueiras. É também uma excelente oportunidade para conhecer pessoas e fazer amigos! Este espaço se chama “Central do Textão” (clique aqui!). Eu fiquei sabendo de sua existência no excelente blog “Uma Pedra no…

Disco Nota 11: “Low” – David Bowie

Paulo Fernandes .  SEXO, DROGAS, ROCK E SOUL Há algum tempo eu li em uma revista de rock um depoimento de David Bowie sobre um período de sua vida, em meados da década de 1970, do qual ele se lembra muito pouco ou quase nada, de tão chapado que ele ficava. Em 1974, na turnê…

Vanusa e Black Sabbath: Coincidências e confluências

Paulo Fernandes . Há algum tempo o Zé Maurício mandou-me dois vídeos do YouTube. Um com a música What to Do da brasileira Vanusa e outro com Sabbath Bloody Sabbath dos ingleses do Black Sabbath. A coincidência entre os riffs iniciais da duas canções é espantosa. Ambas são de 1973, sendo que a música de…

“Você Conhece?” Sharon Jones & The Dap-Kings

Paulo Fernandes . Com sua voz quente, à frente do grupo The Dap-Kings, Sharon Jones faz um resgate da época de ouro da música soul estadunidense (das décadas de 60 e 70). Esse revival se dá até na atmosfera retrô das roupas e dos clipes do grupo. Assim como várias outras grandes cantoras de soul,…

Frases Marcantes do Rock – II

Paulo Fernandes .  Resolvi levar adiante a ideia do Alan (zera) e coletar mais algumas “frases marcantes” do rock, é claro que pedi “a little help from my friends” Fábio e o próprio Alan. Conclamo novamente nossos milhares (kkkk) de leitores a deixar suas contribuições Nos comentários desta postagem ou na nossa página no Facebook.…

Tears for Fears: Canções do divã

Paulo Fernandes . GRITE Shout, shout, let it all out These are the things I can do without Come on, I’m talking to you, come on Como diria o Fábio Lara, estas palavras soavam como um mantra – onipresente no rádio e na TV – nos idos tempos de 1985/1986. Era uma espécie de chamamento…

The Libertines: Pós-Punk com Marquês de Sade

Paulo Fernandes . RELAÇÕES DE AMOR E ÓDIO Centrada em Carl Barât e Pete Doherty, a banda inglesa The Libertines, que iniciou sua trajetória em 1997, ganhou notoriedade no início da década de 2000, tanto por sua música quanto pelos “barracos” internos. Seguindo a linha independente (ou se preferirem: indie rock) que foi buscar inspiração…

Disco Nota 11: “Brothers in Arms” – Dire Straits

Paulo Fernandes . SULTANS OF SWING NO RÁDIO O rock do final da década de 70 estava em ebulição. O punk rock e seus derivados davam as cartas e questionavam tudo que foi produzido antes de 1976. Agora qualquer moleque poderia ter sua banda e nem precisa saber tocar para estar em uma. Muitas surgiram…

Disco Nota 11: “Rubycon” – Tangerine Dream

Paulo Fernandes .  OS VÁRIOS SABORES DO TANGERINE DREAM  O tecladista alemão Edgar Froese – falecido em 2015 – montou o Tangerine Dream em 1967. Em seus primórdios a banda seguia uma linha musical inspirada pelo Pink Floyd de Syd Barrett. A partir de 1973, Froese e cia. se alinharam ao movimento musical alemão Krautrock.…

Disco Nota 11: “Mr. Natural” – Bee Gees

Pedro César Fernandes . OS IRMÃOS GIBB Os irmãos Gibb estiveram em atividade desde a década de 1960 e atravessaram várias fases estilísticas (e modismos musicais), quase sempre com muito sucesso. Barry, Robin e Maurice Gibb nasceram na Ilha de Man, Inglaterra, mas também costumam ser associados à Austrália, já que se mudaram para este…

“Você Conhece?” Chal e o rock rural

Paulo Fernandes . ROCK RURAL O gênero musical rock rural foi praticamente uma invenção do trio Sá, Rodrix e Guarabyra, isso na década de 70. O grupo pegou elementos do folk britânico, do  country estadunidense, da música brasileira de raizes rurais – incluindo-se aí a música caipira – e misturou ao ritmo do pop rock. As letras fazem referência…

Disco Nota 11: “Flaming Pie” – Paul McCartney

José Maurício . TORTA FLAMEJANTE Os anos 90 começaram muito bem para os beatlemaníacos, particularmente pra mim que pude ajudar Paul McCartney bater o recorde de publico pago em show de rock.  Eu fazia parte dos mais de 184 mil fans que foram ao Maracanã naquela noite chuvosa de abril ajudar Sir James. Ele ainda…

Rolling Stones: Pedras a rolar na década de 70

Paulo Fernandes . AS PEDRAS CONTINUAM A ROLAR Após fechar a década de 60 com o espetacular álbum “Let It Bleed”, os Rolling Stones entraram nos 70s com a corda toda. Primeiro foi o excelente “Sticky Fingers”, de 1971 e depois o incensado “Exile on Main Street”, de 1972. Esses 2 álbuns já foram lançados…