A Saga de uma Guitarra “Única”: RickenBegher

José Maurício e Paulo Fernandes dedicam este texto a um dos maiores entusiastas deste blog: Dido Gonzaga Jaime que partiu para outro plano de vida no dia 22 de março de 2019.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A RickenBegher é a primeira à esquerda

Ao buscar minha RickenBegher preta na oficina do Romeu Begher – conforme contado neste link – Marcelo (Bidão) e eu “experimentamos mais duas preciosidades e só saímos de lá quando já estava escuro”.

Jpeg

As preciosidades experimentadas eram um baixo semiacústico preto com o corpo feito sem o uso de cola (por escavação) e uma guitarra “vazada” com um timbre perfeito.  Na foto, apareço tocando O Milionário grande sucesso dos Incríveis na década de 60. Estava fazendo uma homenagem ao Nenê (Lídio Benvenuti Júnior), baixista dos incríveis falecido em 2013 que era irmão do Romeu e seu companheiro na primeira banda dos dois: The Rebels.

O Milionário era um cover da música de Mike Maxfield do conjunto The Dakotas, o mesmo que acompanhava Billy J. Kramer nas gravações de várias músicas compostas pela dupla Lennon e McCartney, e que foi turbinado pelos Incríveis adquirindo sua forma definitiva, prestem atenção como o final ficou melhor.

Acontece que o Marcelo ficou de olho na guitarra e quis saber o seu preço mas o Sr. Romeu disse que ela não estava à venda. O encantamento do Marcelo pela guitarra durou pouco, pois em visitas posteriores ele foi se apaixonando pelo baixo, me deixando livre para sonhar com aquela peça única.

O tempo foi passando e as visitas ao atelier do Sr. Romeu foram se sucedendo até que em 26 de novembro de 2018 eu recebi um e-mail com os preços de algumas das guitarras do paredão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

As minhas guitarras Begher

No dia 28 o depósito bancário referente à “Única” (passei a chamar assim minha mais nova aquisição) já estava efetuado e a preocupação agora era como trazer a “garotinha” para casa.

Voltei a São Paulo em janeiro de 2019, com o pensamento em mandá-la através de transportadora, mas desisti.

Em fevereiro comprei um “lugar” no avião que me permitia utilizar o compartimento da bagagem de mão com exclusividade. Foi a solução.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Bom, ficou faltando a confirmação da frase: Não falei que a Begher atraía artistas, no final do post “a saga de duas guitarras”? Pois é, essa foi a vez de encontrarmos o maior artista vivo do Brasil. Eis a foto:

moacyr

Zé, Moacyr Franco e Pedro.

 

MÚSICA

Pedro e eu a tocar O Milionário


2018-03.10 BROTHERS FOUR NO KCP - 03-2014

Os irmãos Jaime: Sérgio, Dido, Pastinha e Rubinho

Um comentário do Dido em um de nossos artigos:

“Se este blog não existisse teria de ser inaugurado justamente com esta crônica. Sem nos embrenharmos pelas searas de reencarnação que o Zé Maurício ousa provocar, esse seu escrito é a “alma do rock”. Acabou me fazendo mudar radicalmente de rumo, ao chegar ao meu escritório para, entre outras coisas, escrever uma crônica no Facebook. Aí acho uma mensagem do Rockontro …na segunda fila… Viajei de primeira classe na trilha sonora dessa prosa, deixando de lado o Gershwin que estava “na agulha” para inspiração ao outro escrito, que fica prá outra hora. Parabéns, Zé Maurício! Parabéns Paulo! Rock é isso!
Dido.”


 

Anúncios

3 comentários sobre “A Saga de uma Guitarra “Única”: RickenBegher

  1. mauro.pastinha@hotmail.com

    E.MAILS=2019/103 – 13/04-Sábado=04:44

    SE DEUS NOS PERMITIR, PAZ & BEM, A TODOS NÓS

    A SAGA DE UMA GUITARRA “ÚNICA”

    R I C K E N B E G H E R

    Via: ROCKONTRO e ZÉ MAURÍCIO

    Os remanescentes IRMÃOS JAIME (na foto feita no meu

    Kavern Club) agradecemos a homenagem a nosso saudoso

    Brother.3=DIDÃO que partiu=22.03, antes do combinado,

    furando a nossa fila familiar.

    Curtir

    • Abraço, Zé, a você e a todos desse blog. Eu já conhecia essa crônica de amor à sua guitarra, enviada por você. Muito excelente, como diria o saudoso Miguel Squeff!!! Sobre o TERCEIRO MANO, um buraco sem fundo se abriu prá mim… Ao invés de ser aterrado com o tempo, está ficando cada vez mais fundo… Um abração e obrigado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s