Disco Nota 11: “My Life in the Bush of Ghosts” – Brian Eno & David Byrne

Paulo Fernandes  

MLitBoG (05)a .

ENTRE UM ÁLBUM E OUTRO

A colaboração entre Brian Eno e Talking Heads começou em 1978, quando Eno coproduziu o segundo álbum dos Heads, “More Songs about Buildings and Food”, e prosseguiu no terceiro e quarto álbuns: “Fear of Music” (1979) e “Remain in Light” (1980). E foi no intervalo entre esses dois últimos que Brian Eno e David Byrne (a cabeça mais pensante dos Talking Heads) conceberam e gravaram uma obra musical estranha e bela.

MLitBoG (03)

 .

A ERA DO RÁDIO

“My Life in The Bush of Ghosts”, o nome do álbum conjunto de Eno e Byrne, é o título de um livro, de 1954, do escritor nigeriano Amos Tutuola. O interesse da dupla na música africana é bem claro ao longo das faixas do álbum.

MLitBoG (14)

Amos Tutuola

As texturas de funk e world music tecidas pelos sintetizadores de Eno e Byrne são arrematadas por uma banda de amigos e convidados e por uma variedade de instrumentos de percussão. O grande diferencial do disco é que os vocais não foram gravados por nenhum dos músicos envolvidos na produção, e sim sampleados de transmissões radiofônicas e gravações existentes de outros artistas.

 MLitBoG (09)

O resultado disso deslumbrou-me e espantou-me desde a primeira vez que coloquei o disco para tocar. O nome do álbum, apesar de não ser original, é super apropriado para descrever seu efeito sonoro em nossas mentes: algo como “Minha vida no mato de fantasmas”. Locutores de rádio irados, debatedores inflamados, canções em árabe e até um exorcismo casados perfeitamente com a música instrumental provida por Eno, Byrne e cia.

.

FORÇA ESTRANHA

É difícil descrever em palavras a força arrebatadora e assustadora que a música desse álbum possui, só mesmo escutando e deixando-se levar. As notas que acompanham a edição original de 1981 explicam quais são as fontes dos “vocais” de cada uma das 11 faixas:

America Is Waiting: (Rádio). Apresentador de rádio indignado e não identificado.
Mea Culpa: (Rádio). Questionador inflamado e político de resposta calma, ambos não identificados.
Regiment: (Gravação existente). Dunya Yunis, cantora libanesa das montanhas.
Help Me Somebody: (Rádio). Sermão do reverendo Paul Morton.
The Jezebel Spirit: (Rádio). Exorcista não identificado em ação.
Qu’ran: (Gravação existente). Canto de muçulmanos argelinos.
Moonlight in Glory: (Gravação existente). The Moving Star Hall Singers.
The Carrier: (Gravação existente). Dunya Yunis, cantora libanesa das montanhas.
A Secret Life: (Gravação existente). Samira Tewfik, cantora popular libanesa.
Come with Us: (Rádio). Pregador evangélico não identificado.
Mountain of Needles: não possui vocal..

 MLitBoG (13)

.

FAIXAS**

Todas as faixas compostas por Eno e Byrne, exceto as indicadas.

Lado 1 

1) America Is Waiting (arr. Eno, Byrne, Bill Laswell, Tim Wright, David Van Tieghem)
2) Mea Culpa
3) Regiment (Eno, Byrne, “Busta Jones / arr. Eno, Byrne, Jones, Chris Frantz , Robert Fripp)
4) Help Me Somebody
5) The Jezebel Spirit

Lado 2 

1) Qu’ran*
2) Moonlight in Glory
3) The Carrier
4) A Secret Life
5) Come with Us
6) Mountain of Needles

* Essa música só aparece na primeira edição do álbum. Nas edições posteriores foi substituída, devido a reclamações judiciais, por Very, Very Hungry.

** Em 2006 foi lançada uma versão extendida com 18 faixas e uma capa diferente.

MLitBoG (11)

Capa da edição de 2006

. 

MÚSICAS

Ouça o álbum completo :

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s