Chuck Berry: O Pai do Rock

Fábio Finotti

ChuckBerry2

No meu último artigo propus escrever artigos que mostrem quem verdadeiramente influenciou e deu forma ao “bom e velho” Rock and Roll, mas confesso que cometi um erro, pois como posso começar uma empreitada de tal magnitude sem iniciar por Chuck Berry, o verdadeiro rei do rock, e aquele que é considerado por muitos o pai do Rock’n’Roll.

COMEÇO

Nascido no dia 18 de outubro de 1926 em uma família de classe média norte-americana em St. Louis, Missouri, Charles Edward Anderson Berry, ou simplesmente “Chuck Berry”, se interessou desde cedo pela música, sendo que sua primeira apresentação foi em meados de 1941 com apenas 14 anos. Entretanto, apenas três anos depois sua carreira musical entraria em um hiato devido a sua prisão por roubo de carro junto com amigos. Berry foi mandado a um reformatório onde montou um quarteto de cantores e participou de campeonatos de boxe.

ChuckBerry5

Após sair do reformatório do dia de seu 21º aniversário, em 1947, Berry casou-se com Themetta “Toddy” Suggs em 1948, tendo sua primeira filha dois anos depois. Para amparar financeiramente a esposa e a filha, trabalhou em diversos empregos, inclusive entrando em um curso para se tornar barbeiro.

Para obter renda extra à família, começou a trabalhar com bandas locais em St. Louis, afinal de contas, ele tocava Blues desde a adolescência, e pegava emprestado riffs de guitarra, bem como técnicas de presença de palco, de T-Bone Walker, e tendo lições de guitarra de Ira Harris. No Inicio de 1953, Berry entrou para a Johnnie Johnson’s Trio (banda do homenageado oficial da música Johnny B. Goode), começando uma colaboração com o pianista que durou longa data. Sua música era uma combinação acelerada de country, pop e rhythm and blues. Berry também admirava o lado cômico do cantor Louis Jordan, que acrescentou aos seus desempenhos.

Chuck Berry ansiava gravar sua música, e em uma viagem para Chicago teve uma conversa com seu ídolo Muddy Waters, que o encorajou a aproximação com a  Chess Records. Ao ouvir a demo caseira, o presidente da gravadora Leonard Chess  gostou  de  uma música caipira chamada “Ida Red” e rapidamente agendou uma sessão de 21 de maio, 1955.

ChuckBerry4

Estátua de Chuck Berry em Saint Louis

Durante a sessão, o título foi mudado para “Maybellene” e a história do rock & roll nasceu. Chuck Berry  teve uma seqüência de hits Top 10, incluindo “Roll Over Beethoven”, “Rock and Roll Music”, “Johnny B. Goode”e “Carol”. O segredo para conquistar seus ouvintes era prestar atenção na reação de sua audiência e dar a ela o que queria. Tinha uma incrível presença no palco, tocando a guitarra, gesticulando, correndo e fazendo o seu clássico “duck-walk”. Por essa razão sua música atravessou gerações, sempre falando diretamente aos jovens.

Com personalidade forte, típica dos grandes astros do Rock, não era raro se envolver em escândalos. Em um destes episódios, foi preso por levar uma prostituta de quinze anos para trabalhar em um de seus bares, sendo condenado por um juiz racista em 1962, cumprindo assim dois anos da sentença. Depois disto, apesar do enorme sucesso com a música “My Ding a Ling” de 1972, nunca mais obteve o mesmo sucesso.

ChuckBerry_CP

Em 1986 tornou-se um membro inaugural do Hall da Fama do Rock and Roll.

Chuck Berry é um ícone que estabeleceu o rock como uma forma musical e uniu o mundo dos negros e brancos na música. Influenciou Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones e Eric Clapton, que declarou que, se não fosse Chuck Berry, ele jamais teria pegado em uma guitarra.

MÚSICAS

Clique na imagem para assistir aos vídeos:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s