Rock Independente: Bastardo Roots lança EP

 Bastardo Roots_01

Banda carioca aposta em som eclético com mistura de reggae, rock e rap

Foi no carnaval de 2013 na praia da Ferrugem, em Santa Catarina, que a banda Bastardo Roots surgiu. E o que parecia apenas um som informal entre amigos se transformou num grupo que mistura rap, rock e reggae. Quem comanda a banda são os cariocas Jupira (29) e Renan GTM (28). “No sul, víamos uma galera fazendo um som e pensamos que poderíamos fazer algo parecido no Rio. Começamos por lá e a galera curtiu”, relembra Jupira.

De volta à terra natal, o trabalho começou a dar frutos. “Quando nos reunimos pela primeira vez, fizemos umas oito músicas. Na segunda, tínhamos uns 20 arquivos de áudio com ideias e mais quatro músicas fechadas”, conta Jupira. A partir daí os rapazes fizeram suas primeiras músicas e muitos shows e, com uma pegada bem raiz, o grupo passou da linha cajon e violão para um som mais encorpado, evoluindo para o estilo reggae rock atual. Já o nome da banda surgiu a partir da palavra roots, que significa raízes em inglês. O bastardo surgiu a partir da ideia de como os músicos se viam na cena musical brasileira, alguém que ninguém conhecia, fazendo um som novo e caseiro. Com o lema “Do it yourself”, são os próprios artistas que fazem tudo: compõem, gravam e produzem.

Bastardo Roots_02

Este mês a banda relança o seu primeiro EP, “Bastardos Roots Vol. 1”, em edição remasterizada e com a faixa inédita “Tem Que Ser Ligar”. O álbum foi mixado no estúdio Hadock House, no Rio de Janeiro, em fevereiro de 2017, e masterizado em Nashville, nos Estados Unidos.

O processo de criação das músicas é uma das partes mais divertidas. A partir de alguns acordes no violão, saem cantando e as melhores ideias, gravam na hora no celular mesmo. Depois que escolhem as boas, jogam tudo no programa Pro Tools e vão montando. O resultado aparece de imediato: eles conseguem agregar boas sonoridades, misturando de tudo um pouco. “Temos a liberdade de colocar um verso de rap no meio de uma guitarra de reggae, que logo em seguida explode num riff de punk rock”, explica Jupira.

Bastardo Roots_03

Cariocas da gema, todos curtem praia, skate, surf e festas. E é claro que o som da banda reflete este estilo de vida. “Nosso som pode ser ouvido e curtido na praia, tomando uma gelada!”, dá a dica Renan. O som do Bastardo Roots pode ser escutado pelo Spotify, Youtube, Apple Music, Deezer e Soundcloud. Em “Ladeira de Santa Teresa”, convidaram o DJ Anderson, da banda gaúcha Ultramen para fazer os scratches. Outras músicas são “Jogo de Ilusão”, “Andando pelas ruas da cidade” e “Fale bem baixinho”. No início de fevereiro, lançarão “Tem que se ligar” e logo em seguida, “Jamaica”.

Bastardo Roots

Site: www.bastardoroots.com.br

Facebook: Bastardoroots

Instagram: @BASTARDOroots

Ouça Bastardo Roots nas plataformas digitais:

Apple Music – https://itunes.apple.com/us/artist/bastardo-roots/id1174428528

Spotify – https://play.spotify.com/artist/47KK2AiYTj2nwLrFCk4947

Deezer – http://www.deezer.com/artist/11345732

Youtubehttps://www.youtube.com/watch?v=KJCHNDyPd2I&list=PLuYGR0ZxcGbD9OUTT5QSSNjgJjs9MzCwm

Soundcloud – https://soundcloud.com/bastardoroots

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s