Disco Nota 11: “Back to Black” – Amy Winehouse

BacktoBlack_04

 

Muito já se falou sobre a vida e a morte da cantora e compositora britânica Amy Winehouse, principalmente depois de sua passagem prematura para outra vida em 2011, aos 27 anos de idade.

BacktoBlack_01

Para que eu não caia na armadilha da repetição, quero começar com um paralelo entre a minha carreira musical e a de Amy. Sim, nós temos alguns pontos em comum, a saber:

  • Ambos nos interessamos por música na infância e pensamos em nos tornar músicos;
  • Ambos tivemos influência do gosto musical de nossos pais (big bands, orquestras), de nossas mães (compositores e letristas de música popular) e de nossos irmãos mais velhos (rock e música de vanguarda);
  • Com isso desenvolvemos um gosto musical amplo e eclético.

Então eu pergunto a vocês por que a Amy Winehouse conquistou o mundo com sua música e eu nunca consegui fazer uma musiquinha mais ou menos?

Brincadeiras à parte, o que é preciso dizer é que Amy tinha um senso musical fora do comum e com sua capacidade de processar todas as influências musicais adquiridas ao longo de sua vida – jazz, soul, R&B, reggae, ska, blues, rock e pop – obter como resultado uma música simplesmente irresistível.

BacktoBlack_03

Ela lançou apenas dois álbuns durante sua vida: “Frank” (2003) e “Back to Black” (2006). E é justamente neste segundo que se encontra a síntese e a essência musical de Amy. Canções de sonoridades sublimes e cheias de balanço e alma. Um dos melhores discos da música popular de todos os tempos, em qualquer gênero.

BacktoBlack_02

FAIXAS

Todas as músicas compostas por Amy Winehouse, exceto as indicadas.

Lado 1

1) Rehab
2) You Know I’m no Good
3) Me & Mr. Jones
4) Just Friends
5) Back to Black (Amy Winehouse, Mark Ronson)
6) Love Is a Losing Game

Lado 2

1) Tears Try on their Own (Winehouse, Nickolas Ashford, Valerie Simpson)
2) Wake Up Alone (Winehouse, Paul O’Duffy)
3) Some Unholy War
4) Here Can Only Hold Her (Winehouse, Richard e Robert Poindexter)
5) Addicted


P.S.: Quando perguntei na postagem “O que Amy Winehouse e eu temos em comum?” Alguns amigos responderam de forma jocosa:

  1. “O wine (vinho)” – André Marques;
  2. “A casa cheia de vinho” – Fábio Finotti;
  3. “O amor pelos Beatles” – José Artur.

 

MÚSICAS












 

2 comentários sobre “Disco Nota 11: “Back to Black” – Amy Winehouse

  1. Winehouse tinha uma linda voz, uma beleza autentica e peculiar. Suas canções eram uma mistura perfeita do clássico com o contemporâneo. Não creio que veremos outro talento igual ao dela nesse século.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s