Bill Haley ou O Início da Revolução

Paulo Fernandes

Bill Haley_01

     

SEM QUERER QUERENDO

Até certo tempo no passado quando eu pensava no rock and roll primitivo, aquele dos anos 50, sempre vinha à minha mente a figura de Bill Haley e o som de sua música Rock Around the Clock.

Altas manobras com o contrabaixo

Altas manobras com o contrabaixo

Aquela figura, já passada dos 30 anos e com imagem de bom moço, foi um dos mais importantes divulgadores do nascente som rebelde e juvenil do rock and roll. Ironia que um sujeito casado e pai de cinco filhos tenha ajudado, meio sem querer, a detonar uma revolução musical, social e cultural.

 

DO COUNTRY AO ROCK AND ROLL

Nascido em 1925 nos EUA, na década de 1940 ele montou seu primeiro grupo musical profissional, Down Homers, para tocar country and western.

Bill Haley_05

Acontece que Bill Haley era bem antenado com as tendências musicais à sua volta. No início da década de 1950, já à frente de outra banda: The Saddlemen (os “homens da sela”, bem c&w), Haley percebe que os garotos brancos estavam cada vez mais interessados em um ritmo que até aquele era exclusivo do público negro: o rhythm and blues.

Bill Haley deve ter pensado: “Se eu temperar o meu c&w com o r&b, poderei agradar ao público jovem e branco.”

Bill Haley_02

 

A ideia de Haley deu certo, e ao regravar velhas canções com o tempero r&b, o sucesso finalmente aconteceu e iria, em seguida, transformar Bil Halley & His Comets (um nome mais apropriado ao novo estilo) num dos primeiros ídolos do rock & roll.

Sua música Crazy Man Crazy, de 1952, foi o primeiro rock a entrar na parada de sucessos dos EUA.

SEMENTES DA REVOLUÇÃO

 Mas o que transformou Bill Haley num ídolo foi a música Rock Around the Clock. Ela havia sido gravada em 1954, e não tivera muita repercussão, porém ao ser incluída na trilha sonora do filme “Sementes de Violência” (Blackboard Jungle) de 1955 detonou o estopim da revolução roqueira que contagiou a juventude estadunidense e, depois, o mundo todo.

Cena do filme "Sementes de Violência"

Cena do filme “Sementes de Violência”

 

O filme e a música abriram as portas para outros artistas que já estavam na estrada do rock, ou próximos a ela.

 

RECONHECIMENTO A UM PIONEIRO

Bill Haley logo seria ultrapassado, na preferência juvenil, por artistas mais jovens, e mais identificados com a imagem de rebeldia que o rock inspirava, como Elvis Presley. Afinal de contas ele era um “velho” de trinta e poucos anos tocando rock!

Bill Haley_03

 

Acompanhado pelos seus Cometas, Bill Haley continuou a apresentar seus sucessos cinquentistas, em shows e programas de TV, até sua morte em 1981. A história reservou-lhe um lugar cativo pelo seu papel de grande divulgador do rock.

 

CURIOSIDADES

A música Rock Around the Clock era originalmente um foxtrot, antes de ser transformada em rock por Bill Haley.

Bill aproveitou o fato de ter seu sobrenome parecido com o do astrônomo inglês Edmond Halley (que batiza um famoso cometa que passa perto da Terra a intervalos regulares) para nomear a banda que o acompanhou até ao final de sua vida.

O filme “Sementes de Violência” conta a história dos conflitos de um professor (Glen Ford) com alunos problemáticos e violentos numa escola secundária na periferia pobre de Nova Iorque.

Aquele penteado de Haley que parece uma vírgula sobre a testa se chama “pega rapaz”. Sempre achei estranho esse nome, minha mãe me disse que originalmente eram as moças (das décadas de 40 e 50) que usavam tal penteado.

 

MÚSICAS

Clique na imagem para ouvir:

Bill Haley_02

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s