Disco Nota 11: “Minas” – Milton Nascimento

Paulo Fernandes

 Minas_00

 .

Eu queria falar de Milton Nascimento aqui no Rockontro. Pensei no “Clube da Esquina”, mas este eu prefiro deixar para o José Maurício. Escolhi então “Minas”, de 1975, o primeiro álbum de Milton que comprei na vida e que me marcou profundamente desde quando o escutei pela primeira vez deixando-me em estado de estupefação e encanto.

Minas_02

. 

PELOS BAILES DA VIDA

Nascido no Rio de Janeiro e criado em Minas Gerais, Milton formou sua base musical como cantor de bandas de bailes pelas cidades do interior mineiro. No caldeirão sonoro de Milton entram tanto o rock dos Beatles, quanto a bossa nova, além de influências de jazz, ritmos sul-americanos e o especial tempero das cantigas folclóricas brasileiras.

.

RIQUEZA MELÓDICA

Cercado de amigos / parceiros – Ronaldo Bastos, Fernando Brant, Márcio Borges, Beto Guedes – Milton confere a este álbum um senso melódico, enriquecido por sua voz privilegiada, que faz de “Minas” um deleite aos ouvidos e cujos detalhes e sutilizas estão sempre a nos surpreender.

Um álbum de experiências sonoras, mas que tem sucessos eternos de Milton, como Fé Cega, Faca Amolada, Ponta de Areia, Paula e Bebeto e a fantástica Saudade dos Aviões da Panair, que já havia sido gravada por Elis Regina, mas que aqui ganha outra dimensão com seu andamento que vai acelerando até tornar-se um carrossel vertiginoso.

 Minas_06

Para os jovens que não sabem o que é Panair (ou Panair do Brasil S.A.), trata-se de uma companhia aérea que operou no Brasil entre 1930 e 1965, ano este em que teve suas operações “estranhamente” suspensas pelo governo militar. Suas linhas passaram a ser operadas pela Varig (que também já não mais existe) que era um dos sustentáculos empresariais da nascente ditadura.

Logo_Panair

Gran Circo nos remete imediatamente a outra música, digamos, circense: Being for the Benefit of Mr. Kite do álbum “Sgt. Pepper’s” dos Beatles.

A seqüência jazz-progressiva-experimental de Trastevere, Idolatrada e Leila é de tirar o fôlego e se apóia basicamente na parte instrumental.

A melodia de Paula e Bebeto (que narra uma história de amor entre dois homens – o nome feminino no título era só para não ser barrado na censura) percorre todo o álbum, num coro infantil, dando unidade entre as faixas.

Minas_05

Fernando Brant e Milton

“Minas” se encerra com Simples, que de simples só tem o nome, uma música de clima pesado e soturno e que beira ao desconfortável.

Obra de gênio. E o nome do disco? Além de se referir ao estado da federação é, como o encarte logo entrega, uma brincadeira com o nome do artista: Milton Nascimento.

Detalhe do encarte

Detalhe do encarte

.

FAIXAS

Lado A

1. Minas (Novelli)
2. Fé Cega, Faca Amolada (Milton Nascimento, Ronaldo Bastos)
3. Beijo Partido (Toninho Horta)
4. Saudade dos Aviões da Panair (Milton Nascimento, Fernando Brant)
5. Gran Circo (Milton Nascimento, Márcio Borges)

Lado B

1. Ponta de Areia (Milton Nascimento, Fernando Brant)
2. Trastevere (Milton Nascimento, Ronaldo Bastos)
3. Idolatrada (Milton Nascimento, Fernando Brant)
4. Leila (Milton Nascimento)
5. Paula e Bebeto (Milton Nascimento, Caetano Veloso)
6. Simples (Nelson Angelo)

.

 MÚSICAS

 Clique na imagem para ouvir:

Minas_CP


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s