A Vida de Esposa de Roqueiro

Thais Naves

 

VER_CP

 

A VIDA DE ESPOSA (NAMORADA, NOIVA OU AFIM) DE UM ROQUEIRO

A vida de esposa de roqueiro não é fácil, ainda mais se você “pegar um pouco mais leve” nas músicas que você ouve ou mesmo for fã de outro gênero musical como pop, MPB ou mesmo sertanejo e pagode. Temos exemplos mundiais de esposas que acabaram com bandas famosas (segundo os fãs), fizeram algum cantor suicidar ou mesmo sair do grupo por desavenças: Yoko Ono (mulher de John Lennon), Courtney Love (mulher de Kurt Cobain) e Glória (mulher de Max Cavalera). Mas, não cheguemos a tanto nesse artigo, não é? Vou falar da experiência de ser esposa de alguém que curte um rock pesado.

VER_01

Meu gosto musical é bem diversificado, mas não diria eclético. Gosto de músicas com uma veia mais pop ou mesmo uma MPB. Entretanto, existem alguns sons mais pesados que aprendi a gostar por causa do meu marido (olha a influência aí). Vocês devem saber que quem curte um rock pesado, na maioria das vezes, é bem radical quanto aos sons mais leves: não ouve de maneira alguma ou fica fazendo careta. Ir a alguns shows também é fora de cogitação (meu marido é exceção).

Bom, sei que às vezes chego em casa e já escuto o grave da música lá da porta do elevador. Quando entro em casa, parece que tem algo pulsando mais forte que o coração no meu peito: é a música alta. Afinal, roqueiro gosta de escutar música alta (coitados dos vizinhos). No carro, algumas vezes, a discórdia também se instala, pois ao invés de escutar Iron Maiden ou Metallica, quero escutar algo tranquilo, principalmente de manhã, quando ainda estou acordando. Mas fã de rock pesado já acorda acima de 100 decibéis.

VER_06

Os shows são um capítulo à parte, pois ou você acompanha ou ele vai sozinho mesmo e não importa de ficar sozinho no show, quer mesmo é “curtir o som” e tomar sossegado sua cerveja. Ah, já ia esquecendo, claro que tem aquela rodinha nos shows de pula-pula e empurra-empurra (não se preocupe porque seu marido chegará em casa roxo). Algumas vezes eu acompanho (quando sei do que se trata), mas, na maioria das vezes nem sei diferenciar o som de gritaria e batidas fortes. Aí prefiro ficar em casa na minha caminha. Mas, não há como ter uma noite de sono agradável, pois a preocupação me assola.

Iron Maiden no Brasil

Iron Maiden no Brasil

Entretanto, respeito o seu gosto musical. Estou aprendendo a conviver e quando me estressa muito, peço, com gentileza, para abaixar o volume ou até mesmo arrumo algo para fazer na rua (principalmente nos Rockontros). Mulher de roqueiro sofre, mas aprende a gostar também de algumas músicas. Afinal, não poderia ter sido mais original do que ser pedida em casamento em um show do Iron Maiden. Ah, e a entrada na igreja do noivo no dia do casamento foi ao som do Metallica. Roqueiro tem paixão pela música.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s