Disco Nota 11: “Zé Ramalho” – Zé Ramalho

Paulo Fernandes

Zé Ramalho

 

VOCÊ SE LEMBRA DE ROCK ‘N’ ROLL NO RÁDIO?*

Em longínquas eras, as emissoras de rádio FM, ao contrário da maioria delas atualmente, ainda tocavam música, e música boa. Eu gostava de deitar em minha cama com o rádio ligado e ouvir as novidades musicais, como na música dos Ramones cujo o título fiz uma livre adaptação: * Do You Remember Rock ‘n’ Roll Radio?.

Não sei qual delas eu escutei primeiro, mas duas músicas me marcaram profundamente no ano de 1978 e me fizeram dizer – O Que É Isso?? – São elas: Sultans of Swing do Dire Straits e Avôhai de Zé Ramalho.

.

BOB DYLAN NO SERTÃO DA PARAÍBA

A excitante mistura musical de Zé Ramalho inclui ritmos nordestinos (repente, martelo, etc.), rock inglês, jovem guarda e Bob Dylan. Letras surrealistas com elementos de mitologia, tradição popular e cultura pop completam a festa.

Ze Ramalho_03

Ele começou sua carreira de cantador, em João Pessoa, no final da década de 1960. Sua estreia em disco foi em 1974 com “Paêbirú”, em parceria com o cantor e poeta Lula Côrtes (falecido em 2011), álbum fora de catálogo e raríssimo, é hoje um objeto cult.

.

AVÔ E PAI

Em 1978 foi lançado seu primeiro álbum solo: “Zé Ramalho”, puxado pela misteriosa e delirante Avôhai. Nessa faixa há a participação do tecladista suíço Patrick Moraz, que tocara com o Yes durante um curto período (incluindo o álbum “Relayer”). Avôhai é uma homenagem ao avô de Zé, que cuidou dele após a morte de seu pai: um Avô-Pai.

A mistura ramalheana, de sertão nordestino com rock, está aqui em seu auge e segue em faixas arrebatadoras e eternas, entre outras: Vila do Sossego, Chão de Giz, A Dança das Borboletas (com a participação especialíssima de Sérgio Dias, guitarrista e um dos fundadores dos Mutantes) e Bicho de 7 Cabeças (em versão instrumental, sem a letra de Geraldo Azevedo).

Zé Ramalho_02

O impacto causado pela “novidade” Zé Ramalho é abrilhantado por várias participações especiais na gravação desse disco, além das já citadas destaco:

Lula Côrtes – tricórdio em Chão de Giz e Voa, Voa;
Dominguinhos – sanfona em A Noite Preta;
Bezerra da Silva – zabumba em A Noite Preta, Bicho de 7 Cabeças e Voa, Voa;
Geraldo Azevedo – violão ovation em Bicho de 7 Cabeças;
Altamiro Carrilho – flauta em Adeus Segunda-Feira Cinzenta;
Paulo Moura – saxofone-soprano em Meninas de Albará.

Zé Ramalho_01

“E normalmente, comumente, fatalmente, felizmente, displicentemente” esse disco aconteceu na música brasileira e na minha vida. Essa minha paixão pelo Nordeste não é mero acaso.

.

FAIXAS

Todas as faixas compostas por Zé Ramalho, exceto as indicadas.

Lado A

1) Avôhai
2) Vila do Sossego
3) Chão de Giz
4) Noite Preta (Zé Ramalho, Lula Côrtes, Alceu Valença)

Lado B

4) A Dança das Borboletas (Zé Ramalho, Alceu Valença)
5) Bicho de Sete Cabeças
6) Adeus Segunda-Feira Cinzenta
7) Meninas de Albarã
8) Voa, Voa
.

MÚSICAS

Ouça o álbum completo:

Anúncios

4 comentários sobre “Disco Nota 11: “Zé Ramalho” – Zé Ramalho

  1. O melhor disco nacional de 1978. Ainda tem a influência do cordelista Zé Limeira o “poeta do absurdo”. Daí suas letras surreais. Não resisto em citar um verso:
    Quando Dom Pedro Segundo
    Governava a Palestina
    E Dona Leopoldina
    Devia a Deus e o mundo
    O poeta Zé Raimundo
    Começou castrar jumento
    Teve um dia um pensamento:
    “Tudo aquilo era boato”
    Oito noves fora quatro
    Diz o Novo Testamento!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Valeu demais, Paulo! Sou fã do Zé. Assistí em 1996, na concha acústica de Ilhéus, um show dele, debaixo de uma chuva torrencial, daquelas de cavalo beber água em pé. Eu, minha mulher e meu filhote Sisenando, entre minhas pernas, procurando uma beiradinha no guarda-chuvas! Acho que um pouco por isso, e também pela qualidade da música do Zé, enquanto ele esteve entre nós (até 19-06-2010), ouvia sempre as músicas dele, seja no seu quarto quanto no mítico fusca verde. Obrigado. Decodifiquei as músicas e salvei em meu PC.

    Curtido por 1 pessoa

  3. “E NORMALMENTE, COMUMENTE, FATALMENTE, FELIZMENTE, DISPLICENTEMENTE, vocês vão tomando conta dos meus domingos, como vai acontecer dia 29/03=E.MAIL-2015/084.1. — Preciso, urgentemente, aprender a “decodificar” (como diz o Mano.4 =RUBINHO) para poder fazer meus CDs com essas joias preciosas, produzidas pelos amigos do ROCKONTRO.— ETERNAMENTE AGRADECIDO, O Velho Comendador, direto do meu KAVERN CLUB.PASTINHA’S.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s