Disco Nota 11: “Imagine” – John Lennon

Paulo Fernandes

 Imagine_00

 

COMOÇÃO E EXAUSTÃO

Eu fiquei sabendo da morte de John Lennon pelo rádio, na época não havia Facebook ou Twitter. Fiquei perplexo, difícil de acreditar. Os meios de comunicação aproveitando-se da comoção geral começaram o bombardeio: e a arma mais utilizada era a música Imagine. É claro que, desde o seu lançamento 9 anos antes, ela já era o maior sucesso de John, mas aquela repetição exaustiva me fez não querer ouvi-la por muitos anos após seu assassinato.

Nada como o tempo e o distanciamento crítico para nos fazer refletir e poder dizer com isenção: essa música é muito boa e o álbum de mesmo nome: “Imagine” é, em minha opinião, o melhor que John Lennon gravou.

.

A CARREIRA SOLO DE JOHN LENNON

Na verdade a carreira solo de John Lennon começou um pouco antes do fim oficial dos Beatles. Em 1968 o relacionamento entre os 4 beatles estava bastante deteriorado. Sob a forte influência de Yoko Ono, John gravou o disco experimental, e eu diria intragável, “Two Virgins” em parceria com a nova companheira. O disco ficou famoso mais pela capa, com John e Yoko nus, que pela música(???) que continha.

Capa de "Plastic Ono Band"

Capa de “Plastic Ono Band”

John ainda gravou 2 ótimos singles: Give Peace a Chance e Cold Turkey  e mais 2 discos esqui…experimentais em parceria com Yoko (ufa!!!), além do álbum comunitário “Live Peace in Toronto”, antes de 1970.

O primeiro disco de John Lennon após o fim dos Beatles, “Plastic Ono Band”, foi lançado em 1970. John havia feito a terapia do Grito Primal e a utilizou nesse ótimo trabalho, significando uma virada de página em sua vida artística com músicas intensas como Mother, God e Working Class Hero.

Imagine_01

.

IMAGINE

Em 1971 foi a vez de “Imagine”. A música-título, com sua mensagem pacifista, transformou-se em um hino para aqueles que desejavam, e desejam, um mundo melhor.

Mas “Imagine”, o álbum, não é só Imagine, a música, temos belas canções de amor: Jealous Guy e Oh My Love, rocks políticos: I don’t Wanna Be a Soldier e Gimme Some Truth e temas existenciais: Crippled Inside e How?, estes últimos com uma abordagem mais leve e equilibrada que no álbum anterior. E o álbum ainda tem How Do You Sleep, a cutucada ferina no ex-parceiro Paul McCartney, que eu já havia comentado no artigo sobre “Band On The Run”.

Imagine_05

Equilíbrio, aliás, é a palavra-chave desse disco bem produzido e que conta com a participação de músicos de primeira linha como o baterista Alan White (Yes), o pianista Nick Hopkins (uma lista imensa de artistas/bandas), o baixista Klaus Voorman e um certo guitarrista chamado George Harrison.

.

FAIXAS

Todas as faixas compostas por John Lennon, exceto Oh My Love (Lennon, Yoko Ono).

LADO A

1) Imagine
2) Crippled Inside
3) Jealous Guy
4) It’s So Hard
5) I Don’t Wanna Be a Soldier

LADO B

1) Gimme Some Truth
2) Oh My Love
3) How Do You Sleep?
4) How?
5) Oh Yoko!
.

MÚSICAS

Ouça o álbum completo:

Anúncios

Um comentário sobre “Disco Nota 11: “Imagine” – John Lennon

  1. Extremamente agradecido, só lhes posso retribuir colocando essa sua postagem como meu E.mail=077.1, do próximo domingo=22/03, em que também anexo um artigo que escreví, no dia do assassinato de J.W.L.(08/12/1980), além da letra que canto de IMAGINE=SCP/0010. — NAMASTÊ !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s