Focus na ponte aérea Amsterdã – Goiânia

Paulo Fernandes  

Focus_00

 . 

FOCO NO FOCUS

O Focus é muito importante para a formação do meu gosto musical por, junto a outros nomes do progressivo, ter feito uma ponte entre a música clássica e o rock. O primeiro disco de rock que comprei na vida foi “Hamburger Concerto” do Focus – isso em 1975. Talvez o nome ‘concerto’ e as citações de Brahms no álbum tenham pesado na minha decisão, eu que até então colecionava LPs de música clássica.

A música do Focus é essencialmente instrumental, considerando como instrumento as vocalizações de Thijs van Leer. Além da música clássica, o jazz também aparece como influência marcante tanto no som, quanto nas deliciosas improvisações que o grupo faz, principalmente em shows.

Focus_01

Hocus Pocus, o carro chefe do segundo disco do Focus: “Moving Waves” (1972), é um dos números mais conhecidos do rock progressivo. São notáveis: o diálogo entre o “Iô-Iô-Rô-Rô-Pô-Pô” de Thijs van Leer e os outros instrumentos e atuação de um dos melhores guitarristas que conheço: Jan Akkerman, que não está mais na banda. 

Jan Akkerman, que fundou o Focus em 1969 juntamente com van Leer, foi meu guitarrista predileto bem antes de Jimi Hendrix, Jeff Beck e Jimmy Page. Akkerman faz parte daquele seleto time de instrumentistas que possuem uma assinatura musical distinta e exclusiva. Seria um sonho se ele ainda estivesse com o Focus, pois assim eu o teria visto nos dois shows em Goiânia.

.

DOS PAÍSES BAIXOS PARA O PLANALTO CENTRAL

Pois é, o Focus esteve duas vezes em Goiânia, as duas no Bolshoi. No primeiro show, de 2010, a casa de espetáculos estava bastante cheia e eu fui com uma turma bem animada: Carolina, Ricardo, Alan, José Maurício e cia. Um show impecável onde Thijs van Leer mostrou que além de estar parecido fisicamente com o Chacrinha também sabia animar uma festa, assim como fazia o Velho Guerreiro.

Penso que Thijs van Leer e sua turma gostaram da picanha assada e do chope de Goiânia pois depois daquele show memorável em 2010, eles voltaram aqui em em 2012! Tanto melhor para nós!

Focus_06

Nesta última visita da banda holandesa, havia muito pouca gente no Bolshoi. Um fato interessante: um simpático casal estava comemorando 60 anos de casamento. Daquela turma que estava no primeiro show, só a Carolina animou de ir.

Ao contrário do que havia sido divulgado, o disco “Moving Waves” não foi tocado na íntegra. Fiquei um pouco desapontado, mas não faz mal, a simpatia de seu líder continua contagiante. As músicas estão bem mais pesadas, talvez devido à volta do guitarrista Meno Gootjes, substituindo Niels van der Steenhoven (que esteve com o Focus em Goiânia, no show de 2010). Pierre van der Linden, fez seu tradicional e vibrante solo de bateria. Completando esse excelente time, o eficiente Bobs Jacobs, baixista do Focus há mais de 10 anos.

"Terezinhaaa!!!!"

“Terezinhaaa!!!!”

.

MÚSICAS

 

Anúncios

2 comentários sobre “Focus na ponte aérea Amsterdã – Goiânia

  1. ROCKONTRO, estou gratíssimo pois pude ouvir novamente um dos discos ícones dos meus anos 70 = HOCUS POCUS. Eu andava com o bulachão e uma eletrolinha portátil, escutando o L P nos lugares mais impensáveis, como o novo Motel da Raimunda , onde iamos namorar escondido, tomar umas e outras, etc. etc. etc..A eletrolinha com este disco (e vários outros) me foram furtados.OBRIGADO companheiros, por esta bela postagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s