“Undercover of the Night” dos Rolling Stones e as ditaduras da América Latina

Undercover_01

No início da década de 1980, muitas ditaduras militares ainda persistiam na América do Sul e Central. Algumas delas eram especialmente brutais como as do Chile, sob Augusto Pinochet, e da Argentina, governada por uma junta militar. Nestes dois países a perseguição a opositores era seguida por cruéis táticas de tortura e assassinato. Tudo isso com apoio mais ou menos velado dos EUA. Os ianques nesta época estavam financiando grupos militares – os “contras” – de combate ao governo da Nicarágua, que anos antes havia defenestrado um ditador apoiado por Washington, via uma revolução popular.

O Brasil já havia vivido, em anos anteriores, seus piores tempos sob regimes de exceção e era governado pelo último, e inepto, general-presidente João Figueiredo.

Foi neste triste cenário, que em 1983 os Rolling Stones lançaram uma de suas canções mais políticas de todos os tempos: Undercover of the Night.

Undercover_02

Segundo Mick Jagger a canção foi influenciada pelo romance, “Cities Of The Red Night” de William Burroughs. É perceptível na letra citações à guerra suja promovida pelas ditaduras latino-americanas em suas tentativas de calar as vozes discordantes.

No documentário “The Shock Doctrine” há a afirmação que muitas técnicas de tortura usadas por esses regimes ditatoriais podem ter sido ‘aprendidas’ com os EUA.

Um rock poderoso e perturbador, com elementos de new wave, e uma letra contundente.  Destaque para persistente “rajada de metralhadora” da bateria. O videoclipe da música, dirigido por Julian Temple, foi considerado violento por captar a tensão passada pela música.

 

MÚSICAS


Videoclipe original:


Videoclipe – 2ª versão – leve:


 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s