Monks: O rock do Monge Doido

Paulo Fernandes

Monks_05

Essa é da categoria “bandas formidáveis de um disco só”: Monks (não confundir com a banda de pop-bubblegum-rock The Monkees).

Monks_02

Cinco soldados estadunidenses baseados em Frankfurt, Alemanha Ocidental, na década de 1960. Entediados com a Guerra Fria resolvem montar uma banda de rock. Em comum a vontade e a curiosidade de experimentar, inovar e provocar.

Monks_01

O tal único álbum se chama “Black Monk Time”. Lançado em 1966, no início não chamou a atenção nem do público e nem da crítica. Estava muito à frente de seu tempo com sua antevisão do punk e do krautrock. Provocativo e brilhante.

Monks_03

Com o passar do tempo, e nisso a banda já havia encerrado suas atividades, a reputação do álbum foi só crescendo a ponto de atingir a aura de cult.

Monks_04

O grupo inovou também no aspecto visual: os membros se apresentavam vestidos de uniformes totalmente pretos e com cortes de cabelo de monges (monks em inglês) franciscanos.

Os cinco doidos eram:

Gary Burger: guitarra, vocais
Larry Clark: órgão, vocais
Dave Day: banjo elétrico, vocais
Eddie Shaw: baixo, vocais
Roger Johnston: bateria, vocais

 

MÚSICAS

 

Clique na imagem para ouvir o álbum “Black Monk Time”:

Monks_06

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s