Roy Orbison: The Big “O”

Paulo Fernandes

Photo of Roy ORBISON

.

CHORANDO POR UMA LINDA MULHER

No final da década de 1970 uma baladona fez muito sucesso e tocava sem parar nas rádios: Crying, cantada por Don McLean, autor de American Pie (a música e não o filme). Pensei ser uma música nova composta pelo próprio McLean.

Estamos nos anos 1980, mais precisamente em 1982, e escuto um hard rock muito bom num clipe na TV: (Oh) Pretty Woman com o Van Halen. E eu achei que era música deles.

Roy_04

Deve ter sido em 1983 que a justiça foi feita e, graças a Cristina Quinta, eu fiquei sabendo que, tanto a balada, quanto o rock ágil, eram frutos de um cara discreto e muito talentoso chamado Roy Orbison, que além dessas tinha um monte de boas músicas.

.

CAUBÓI SENSÍVEL

Nascido no Texas em 1936, Roy desde cedo se interessou por música e começou – estimulado pelo pai – uma carreira musical antes dos 10 anos de idade. Na década de 1950 formou-se em geologia na Universidade do Texas e conseguiu gravar seu primeiro single: Ooby Dooby, que obteve uma boa repercussão.

Roy_06

A partir daí, Roy Orbison passou a dedicar-se cada vez mais à música, tanto como compositor, quanto como intérprete. E passou a enfileirar um sucesso após outro. Foi um dos poucos pioneiros do rock que continuou a fazer sucesso durante a década de 1960, tendo conquistado até a Inglaterra em tempos de beatlemania.

Roy_12

Roy sendo reverenciado por John Lennon e Ringo Starr

No final dos anos 1960 duas tragédias abalaram sua vida: a morte de sua esposa Claudette num acidente de moto e, em seguida, dois de seus três filhos morreram num incêndio em sua residência. Os anos que se seguiram foram tempos difíceis, marcados por problemas de saúde e financeiros, e quase nenhum sucesso.

 .

RECONHECIMENTO E RENASCIMENTO

Felizmente na década de 1980, o cantor/compositor teve seu talento reconhecido por grandes nomes da música como Emmylou Harris, Bruce Springsteen, Tom Waits e Elvis Costello. Suas músicas foram regravadas por outros artistas e ele conseguiu um contrato com uma grande gravadora, onde regravou suas músicas antigas e lançou novas. O sucesso voltou merecidamente a lhe sorrir.

Roy_11

Em 1988, juntamente com os amigos (e fãs) George Harrison, Bob Dylan, Jeff Lynne e Tom Petty, Roy dá vida ao grupo The Traveling Wilburys. O grupo lançou um álbum que fez grande sucesso. Quando tudo parecia indicar uma retomada em grande estilo, Roy sofre um ataque cardíaco e morre aos 52 anos.

Bob, Jeff, Tom, George e Roy: The Traveling Wilburys

Bob, Jeff, Tom, George e Roy: The Traveling Wilburys

Em 1989 é lançado o álbum – no qual Roy vinha trabalhando antes de sua morte – “Mistery Girl”. O álbum se tornou um dos seus maiores sucessos de todos os tempos, puxado pela ótima You Got It.

O caubói sensível e tímido, que se escondia atrás de onipresentes óculos escuros, deixou um enorme legado (em quantidade e qualidade) ao rock.

Marianne Faithfull consegue tirar os óculos de Roy

Marianne Faithfull consegue tirar os óculos de Roy

MÚSICAS

.

Clique na imagem abaixo para ouvir:

Photo of Roy ORBISON

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s