Simon & Garfunkel

Paulo Fernandes

S&G_01

Uma iguaria muito fina, é assim que sinto e vejo a música de Paul Simon e Art Garfunkel. Melodias doces, que não enjoam. Harmonias vocais perfeitas e encantadoras. Letras poéticas e humanas, com Nova Iorque como cenário. Um compositor inspirado (Simon) e uma das vozes mais bonitas da música (Garfunkel): parceria perfeita.

 

 

TOM E JERRY

Era uma vez 2 amigos de infância do bairro de Queens em Nova Iorque que se conheceram na escola em 1953. Graças ao interesse de ambos pela música folk, começaram a tocar juntos, a compor e a se apresentar com o nome de Tom & Jerry. Os Everly Brothers eram seus ídolos.

Tom e Jerry

Tom e Jerry

Em 1957 lançaram a música Hey, Schoolgirl em compacto e no ano seguinte cada um foi para uma escola diferente.

Paul Simon is too cool for school

No início da década de 1960, Paul e Art, bastante envolvidos com a cena folk do Greenwich Village, se unem novamente e gravam, já como Simon & Garfunkel, o primeiro álbum “Wednesday Morning 3 AM” em 1964. Era um álbum acústico com versões de clássicos do folk e algumas composições de Paul Simon, dentre elas o futuro clássico The Sound of Silence.

O SOM DO SILÊNCIO

Esse primeiro álbum obteve uma repercussão inicial muito pequena e a dupla se desfez.

S&G_08

Numa dessas ironias, ou golpes de sorte, do destino, aconteceu da gravadora lançar The Sound of Silence em compacto, acrescida de acompanhamento de guitarra, baixo e bateria. O resultado foi que a música estourou nas paradas dos EUA. Paul Simon, ao chegar de uma temporada na Inglaterra, mal acreditou no que viu e ouviu.

 

SUCESSO E RECONHECIMENTO

Com esse alento novo, a dupla se refez e gravou mais 4 álbuns magníficos, seguindo a linha folk-rock: “Sounds of Silence” (1966), “Parley, Sage, Rosemary and Thyme” (1966), “Bookends” (1968) e “Bridge over Troubled Water” (1970).

S&G_05

No meio disso houve a trilha sonora para o filme “A Primeira Noite de um Homem” (The Graduate), de 1968, na qual está a sensacional Mrs. Robinson.

S&G_10

Apesar do sucesso e de álbuns cada vez melhores, a amizade começou a desandar por conta de divergências políticas (Simon queria gravar canções mais engajadas) e na condução da carreira (Garfunkel estava cada vez mais interessado em seguir carreira como ator de cinema).

S&G_04

A situação ficou tão insustentável que eles se separaram logo após a gravação daquele que é considerado como o melhor álbum (e um dos melhores do rock!) da dupla: “Bridge over Troubled Water”.

 

O CONCERTO DO CENTRAL PARK

Ainda me lembro da fascinação do José Maurício pelo álbum duplo gravado em 1981 num concerto de reencontro da dupla em Nova Iorque. Show espetacular que foi assistido por cerca de 500.000 pessoas.

S&G_02

Quando, após o enorme sucesso do show e do álbum, tudo parecia caminhar para uma retomada da dupla, alguma antiga ferida mal curada frustrou nossas expectativas e os 2 continuaram a trilhar caminhos separados.

MÚSICAS

 

Clique na imagem para ouvir e ver:

S&G_CP

Anúncios

2 comentários sobre “Simon & Garfunkel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s