Nazareth ou “Coca-Cola, Adolescência e Louis Malle”

Paulo Fernandes

Nazareth_07

 

PELOS BAILES DA VIDA

Nas festas de minha adolescência, regadas a Coca-Cola (às vezes turbinada discretamente com rum Montilla), o Nazareth era uma presença obrigatória, fazendo companhia a outros artistas que faziam um rock ágil e dançante como: Sweet, Slade, Gary Gliter e Bachman-Turner Overdrive.

Nazareth_01 (2)

O Nazareth, uma banda de hard rock, acabou caindo nas graças de uma fatia maior do público brasileiro dos 70s e 80s graças a um punhado de baladas: Love Hurts, Dream On e Where Are You Now, entre outras. Porém o eu que gostava mesmo era dos seus rockões excitantes, principalmente dos álbuns “Loud ‘n’ Proud” e “Hair of the Dog”.

.

TRINTA ANOS ESTA NOITE

Por esta eu não esperava: show do Nazareth em Goiânia – o dia: 02 de fevereiro de 2012. Pegando carona no título brasileiro do filme “Le Feu Follet” de Louis Malle: “Trinta Anos Esta Noite” (excelente título!), foi como se eu voltasse no tempo em que escutava incessantemente This Flight Tonight do disco “Loud ‘n’ Proud”, sem nem saber quem era Joni Mitchell (autora da música).

Nazareth_04 (2)

Quando vi o anúncio que o Nazareth faria “o show mais intimista de sua turnê pelo Brasil” fiquei preocupado. Será que com quase 45 anos de estrada os escoceses do Nazareth iriam querer ficar só na maciota, com um show semi-acústico e calcado nas baladas?

Meus temores não se confirmaram e quando Dan McCafferty (vocais) e Pete Agnew (baixo) – os membros fundadores remanescentes – subiram ao palco do Bolshoi acompanhados pelo filho de Pete: Lee Agnew (bateria) e Jimmy Murrison (guitarra), já foram disparando seus petardos de rock pesado. E claro que as baladas não ficaram de fora, para delírio da plateia que lotou o Bolshoi. E não é que Dan, aos 65 anos, ainda consegue dar os gritos agudos que são sua marca registrada!

S

Show em Goiânia

Em cerca de 1h40min de show o Nazareth repassou seu repertório de sucessos, cujos pontos altos foram as vibrantes versões de This Flight Tonight e Hair of the Dog. Não diria como o Messias que “ao vivo é mais gostoso”, mas ao vivo essas duas músicas ficaram mais pesadas, com direito a gaita de fole com talk Box tocada por McCafferty em Hair of the Dog. O super sucesso Love Hurts foi a última música da noite, já no bis.

Sonho de adolescente realizado! Pois fui adolescente em uma época em que shows de rock internacionais eram raríssimos no Brasil, em Goiânia então nem pensar.

S

Show em Goiânia

. 

POSFÁCIO 

Peço desculpas pela qualidade das fotos – as do show – que foram captadas com um telemóvel.

.

MÚSICAS

  

Ouça o álbum “Loud ‘n’ Proud” completo:

Ouça o álbum “Hair of the Dog” completo:

Anúncios

2 comentários sobre “Nazareth ou “Coca-Cola, Adolescência e Louis Malle”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s